Um bom vinho depende de muitos fatores, safra, produtor, embalagem e também a maneira como este vinho é guardado, pode se até dizer, conservado.

Alguns fatores são cruciais para uma guarda correta de um vinho.

Local:

Deve ser escuro, protegido da luz. A exposição contínua à luz pode modificar o sabor e aroma do vinho.

Temperatura:

O local da guarda não deve sofrer alterações bruscas, quanto mais constante a temperatura melhor. A temperatura máxima deve ser de 24ºC e a temperatura ideal deve ser 12ºC.  Temperaturas altas modificam o aroma e sabor do vinho podendo gerar até oxidação.

Umidade:

Se a umidade for muito baixa, as rolhas naturais podem secar e permitir uma entrada de oxigênio, e gerar oxidação. O ideal seria uma umidade superior a 50%.

Posição:

O correto é armazenar as garrafas na horizontal, deitadas pois isso mantém as rolhas em contato com o liquido, mantendo as com alta umidade e vedando a garrafa.

Tempo de guarda:

É preciso saber que nem todos os vinhos são bons para serem guardados por muito tempo. Hoje a maioria dos vinhos mais baratos (abaixo de R$ 50,00) são para consumo rápido, ou seja,  em média no máximo 3 anos após a fabricação.  Obviamente isso não é regra. Existem vinhos que são vinhos que suportam uma guarda maior.

 

Dicas: 

A maioria dos vinhos tintos pode ser armazenada entre 2 e 10 anos; já os vinhos brancos têm uma esperança de vida menor, entre 2 e 3 anos.

O correto é guardar vinhos em garrafeiras ou adegas mesmo. Se você empilhar vários vinhos toda vez que quer pegar um vinho irá mexer em várias garrafas, e o ideal é mexer o mínimo possível em cada garrafa evitando movimentos desnecessários.

 

 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *